Mais Médicos: Ministério pode deslocar profissionais para locais que não tiverem adesão

  • Por Jovem Pan
  • 26/11/2018 19h02 - Atualizado em 26/11/2018 19h03
Karina Zambrana/Fotos Públicas"São hipóteses que só vamos trabalhar depois do dia 7", disse Gilberto Occhi

O Ministério da Saúde estuda a possibilidade de deslocar médicos do Mais Médicos para locais que não tiverem a adesão de novos profissionais. A afirmação foi dada nesta segunda-feira (26) pelo atual ministro, Gilberto Occhi.

“A gente pode propor um deslocamento de médicos do programa. Lembramos que o programa tem 18 mil médicos trabalhando e apenas 8,5 mil vagas dos cubanos”, disse. “Poderemos, sim, identificar a possibilidade de remanejar algum médico. São hipóteses que só vamos trabalhar depois do dia 7”, enfatizou.

A data citada por ele, 7 de dezembro, marca o fim do período de inscrição dos editais para o preenchimento das vagas deixadas pelos médicos cubanos.

De acordo com o último balanço divulgado pela pasta, até as 12h de segunda, 97,2% das novas vagas já haviam sido preenchidas. Ainda segundo o ministério, 8.278 médicos já estavam alocados no município escolhido para atuação imediata.

As inscrições seguem por meio da página www.maismedicos.gov.br. Podem participar profissionais formados no Brasil ou com diploma estrangeiro revalidado.

*Com informações da Agência Brasil