Manifestantes contra e a favor de Bolsonaro fazem atos em Brasília

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2020 11h59 - Atualizado em 08/06/2020 08h04
GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDOOs manifestantes contra o presidente levaram cartazes "em defesa da democracia"

Manifestantes ocuparam, neste domingo (7), parte da Esplanada dos Ministérios em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro e “a favor da democracia”. Ao mesmo tempo, um grupo de pessoas favoráveis ao presidente marcou presença em outro lado da via central de Brasília.

Os manifestantes contrários ao presidente levaram cartazes “em defesa da democracia”, “contra o fascismo” e com frases como “Vidas Negras Importam”, contra o racismo e a violência policial. Faixas em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e com pedidos de impeachment de Bolsonaro também foram erguidas.

Na manifestação do grupo pró-governo, pessoas vestidas nas cores verde e amarelo carregavam bandeiras do Brasil e emblemas da monarquia. Alguns levavam faixas com pedidos de “intervenção cívico-militar”.

Se antecipando aos protestos dos grupos, a Polícia Militar fez um cordão de isolamento impedindo que os manifestantes cheguem à Praça dos Três Poderes, onde fica o Palácio da Alvorada. Os policiais também isolaram o canteiro central da Esplanada para evitar o contato entre os manifestantes opostos.

Um contingente de 300 policiais da Força Nacional de Segurança Pública ficou de prontidão na Esplanada, caso tenham que entrar em ação. A medida adotada pela PM visa minimizar as chances de confrontos como os que aconteceram na semana passada em São Paulo.

Durante a semana, o presidente Jair Bolsonaro chegou a pedir que manifestantes pró-governo evitassem ir às ruas. Esse pedido, no entanto, não foi atendido por algumas pessoas que apoiam o governo.

*Com informações do Estadão Conteúdo