Manifestantes protestam contra reajuste para o STF em Brasília

  • Por Jovem Pan
  • 11/11/2018 15h51
José Cruz/Agência BrasilReajuste de salários de magistrados do STF foi alvo de protestos em Brasília

Um grupo de aproximadamente de 60 pessoas se reuniu neste domingo (11), na Praça dos Três Poderes, em Brasília, para protestar contra o reajuste de salários de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Os manifestantes também pediram que o presidente Michel Temer vete a proposta. O aumento foi aprovado há quatro dias pelo Senado.

O reajuste altera o subsídio dos 11 integrantes do STF e da atual chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge, de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil e provoca um efeito cascata sobre os funcionários do Judiciário, abrindo caminho também para um possível aumento dos vencimentos dos parlamentares e do presidente da República.

A maior parte dos manifestantes usava camisetas do partido Novo. Os participantes gritaram palavras de ordem “Veta, Temer” e cantaram o Hino Nacional. A manifestação foi filmada por um drone.

Filiado ao partido Novo, o professor e servidor público Jailton Almeida do Nascimento criticou o reajuste. “É um aumento abusivo, são quase 20% de aumento e que vai trazer grande prejuízo aos cofres públicos. São quase R$ 6 bilhões”, comentou.

Representantes dos movimentos MBL e Vem pra Rua também estiveram na manifestação. Celina Gonçalves Ferreira, uma das líderes do Vem pra Rua no Distrito Federal e filiada ao partido Novo. “Esse aumento é um absurdo diante da situação atual do país, com 13 milhões de desempregados.”

Para o gerente de serviço de pós-venda Rubens Pessoa Júnior, o importante é participar do ato cívico. “Se a gente não tem orçamento para tantas coisas que precisam ser feitas no país, isso não é justo.”

*Com informações da Agência Brasil.