Marina dispara sobre Aécio e venceria Dilma no 2º turno, aponta Ibope

  • Por Jovem Pan
  • 26/08/2014 18h20
Montagem Eleições 2014 - candidatos a presidente

Pesquisa Ibope de intenções de voto para a disputa presidencial divulgada nesta terça (26) mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) liderando com 34%, Marina Silva (PSB) logo atrás com 29% e Aécio Neves (PSDB) com 19%. Luciana Genro (PSOL) e Pr. Everaldo (PSC) tiveram 1% cada e os demais candidatos não somaram um ponto porcentual. 7% dos eleitores pretendem anular o voto e 8% se dizem indecisos no primeiro turno.

Em um eventual segundo turno com as duas principais candidatas, Marina Silva tem 45% e Dilma, 36%. A pessebista abriu 9% de vantagem sobre a candidata à reeleição, acima dos dois pontos porcentuais de margem de erro, para mais ou para menos. Se as eleições fossem hoje, portanto, Marina seria eleita presidente do Brasil.

Neste cenário com Marina e Dilma, entretanto, 11% ainda estão indecisos e 9% anulariam.

A entrada de Marina Silva após a morte fatídica de Eduardo Campos tirou pontos de todos candidatos. Dilma e Aécio perderam 4% cada. Os outros candidatos caíram 3% somados, mesma porcentagem de pessoas indecisas a menos. A maior vinda de eleitores para Marina, porém, em relação à pesquisa anterior do Ibope (que contava com Campos) veio entre os que diziam votar branco ou nulo, grupo que diminuiu 6%.

Marina conta ainda com a menor rejeição entre os três principais candidatos. Apenas 10% descartam o voto à aspirante do PSB, enquanto 34% não votariam em Dilma de jeito nenhum e 18% refutam Aécio. Pr. Everaldo tem 14% de rejeição e Zé Maria (PSTU), 11%. Outros somam menos de 10 pontos percentuais de descarte.

Colocando Dilma Rousseff e Aécio Neves no segunto turno, o candidato do PSDB seria derrotado pela petista. Dilma tem 41% das intenções e Aécio, 35%, seis pontos de distância – diferença menor que a aberta por Marina Silva sobre Dilma. Com Aécio e Dilma, 12% anulariam o voto e outros 12% estão indecisos

A pesquisa espontânea, em que não se fornece os nomes dos candidatos, Dilma abre vantagem, mas os nomes dos três principais concorrentes não mudam. Rousseff tem 27% das respostas automáticas, Marina possui 18% e Aécio, 12%. A quantidade de indecisos nas respostas espontâneas desabou de 43% para 28%.

O levantamento arguiu também a avaliação do governo Dilma. 34% consideram a gestão boa ou ótima, aumento de 2 pontos em relação à pesquisa do início de agosto. Os que veem a administração atual como ruim ou péssima são 29%, 2% menos que a anterior. 36% julgam o governo Dilma como regular e 2% não souberam responder.

2.506 eleitores de 175 municípios de todas as regiões brasileiras foram entrevistados entre 23 e 25 de agosto. A pesquisa Ibope contradada pela Rede Globo e o jornal O Estado de S. Paulo foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número de BR-00428/2014.