Melhor ser vaiado na Marquês de Sapucaí do que aluno levar zero na escola, diz Crivella

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2018 13h30 - Atualizado em 15/03/2018 13h31
Dida Sampaio/Estadão Conteúdo"Às vezes a gente é vaiado na Marquês de Sapucaí, o pessoal não entende. Mas é melhor a gente ser vaiado lá e o aluno ter ar-condicionado aqui", disse o prefeito

Alvo de protestos de escolas de samba durante o desfile no Carnaval deste ano, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, minimizou as críticas durante anúncio de R$ 200 milhões para a recuperação de escolas na cidade.

Em vídeo postado em seu perfil no Facebook, Crivella aparece ao lado do vereador William Coelho e fala sobre as reformas nas escolas. “Vai abrir mais de mil vagas para crianças, ter climatização nas escolas, internet em um monte delas, terminar mais 11 escolas e reformar 128. Estamos comprando mobiliário. Vai ser um golaço da rede pública”, exaltou.

Em seguida, o prefeito ironiza as vaias no sambódromo carioca: “às vezes a gente é vaiado na Marquês de Sapucaí, o pessoal não entende. Mas é melhor a gente ser vaiado lá e o aluno ter ar-condicionado aqui. Ter internet aqui e material escolar direitinho para tirar 10 na escola, e até óculos, todo aluno vai ganhar óculos, do que a gente ser aplaudido lá e depois o pessoal levar zero aqui na escola”.

Confira o vídeo completo:

Olá, pessoal! Muitas escolas foram abandonadas pela gestão passada deixando as salas de aula em situação precária. Hoje, em Pedra de Guaratiba, tive o prazer de anunciar R$ 200 milhões que serão destinados para recuperação geral de mais de 120 escolas e a compra de todo o mobiliário necessário. Estamos cuidando do nosso povo. O Rio de Janeiro está no rumo certo.#CuidandoDoRio #CrivellaPrefeito

Publicado por Marcelo Crivella em Quinta-feira, 15 de março de 2018