Meteorito de 5,6 toneladas resiste às chamas no Museu Nacional

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2018 11h29
FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDOO Museu Nacional, além da pedra, contava com um acervo de mais de 20 milhões de peças que foram danificadas pelo fogo

Um dos poucos itens que sobreviveu às chamas que destruíram o Museu Nacional na noite deste domingo (2) foi o meteorito Bendegó de 5,6 toneladas.

A pedra, maior já achada em território brasileiro, foi encontrada perto de um riacho no interior da Bahia em 1784. Demorou quase um ano para chegar ao Rio de Janeiro. O meteorito foi levado ao Museu Nacional a mando do Imperador Dom Pedro II em 1988 e, desde estão, permaneceu no local.

O Museu Nacional, além da pedra, contava com um acervo de mais de 20 milhões de peças que foram danificadas pelo fogo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há um levantamento sobre outro itens que tenham resistido.