Ministério da Justiça autoriza uso da Força Nacional na Esplanada

O pedido foi feito pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) por causa de manifestações previstas para ocorrerem no local

  • Por Jovem Pan
  • 17/04/2019 14h51 - Atualizado em 17/04/2019 15h40
Agência EFEO ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou o uso da Força Nacional para “preservar a ordem pública” na Esplanada do Ministérios e na Praça dos Três Poderes, em Brasília. A autorização foi publicada no Diário Oficial da União (ONU) desta quarta-feira (17) e valerá por 33 dias, a contar a partir de hoje.

A medida foi solicitada pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), comandado pelo general Augusto Heleno. Segundo o órgão, o pedido foi motivado pelo grande número de manifestações que têm ocorrido na Capital contra a reforma da Previdência.  Além disso, está prevista na próxima semana uma marcha de indígenas de todo o País para Brasília.

“A solicitação do GSI ao Ministério da Justiça para o emprego da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) é de caráter preventivo e tem como objetivo garantir a segurança do Patrimônio Público União — Ministérios — e de servidores, em função da previsão de manifestações na Esplanada dos Ministérios Registramos que este procedimento faz parte da definição de atribuições que constam do Protocolo Integrado de Segurança da Esplanada dos Ministérios do Governo do Distrito Federal”, diz a nota.

Na Esplanada, a Força Nacional tem sido empregada durante manifestações políticas. Em junho de 2017, a tropa foi convocada para proteger os prédios públicos durante protestos contra reformas propostas pelo então presidente Michel Temer. Em agosto do ano passado, efetivos voltaram à Esplanada para preservar a ordem durante atos em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).

*Com informações da Agência Brasil