Ministério Público pede suspensão de direitos políticos do senador eleito Nelsinho Trad

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2018 11h44
Reprodução O pedido de revisão prevê ainda aumento no valor das multas

O senador eleito Nelsinho Trad (PTB-MG), foi condenado por improbidade administrativa ao mandar construir totens de concreto para promover sua imagem quando era prefeito de Campo Grande. Agora, o Ministério Público Federal (MPF) pede aumento no valor das multas a serem pagas e a suspensão dos direitos políticos de Trad.

A condenação prevê que Trad devolva o dinheiro gasto com a construção de quatro totens de concreto com seu nome e pague, ainda, multa de oito vezes o seu salário de novembro de 2012, mas para o MPF, é preciso mais. O órgão pede revisão da condenação para que a multa seja aumentada para 20 vezes o salário do ex-prefeito no período.

“As edificações não trazem quaisquer outras informações relevantes permitidas pela Constituição; ao contrário, ostentam tão somente o nome do apelado e um número, em tamanho muito maior que a própria descrição da obra. Não há dúvida de que foram erigidas pelo apelado com o único intuito de enaltecer a sua pessoa”, diz o MPF.

A defesa de Trad disse, na época, que a construção dos totens tinha como único objetivo prestar contas à população. A defesa do senador não se manifestou sobre o pedido de revisão da condenação pelo MPF. Agora, ele foi eleito pela primeira vez ao Senado com 424.085 votos.

*com informações de Estadão Conteúdo