Ministro-chefe da Secretaria de Governo é exonerado e assume posto na Itaipu

  • Por Jovem Pan
  • 31/12/2018 10h53
Antonio Cruz/Agência BrasilMarun foi o primeiro integrante do alto escalão do governo Temer a deixar o cargo

Nesta segunda-feira (31), o presidente Michel Temer, do MDB, exonerou o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, que assumirá a função de conselheiro da Itaipu Binacional, a usina hidrelétrica do Rio Paraná que pertence ao governo brasileiro em parceria com o Paraguai.

Marun é o primeiro integrante do alto escalão de Temer a deixar o governo. Seu mandato no conselho da Itaipu vai até maio de 2020. Quem comandará a Secretaria de Governo a partir de amanhã (1), será o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, escolhido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.

A decisão foi publicada hoje no Diário Oficial junto a outras exonerações, como a decorrente da renúncia de Frederico Matos de Oliveira da função de conselheiro da Itaipu e do diplomata Abbott Galvão da função de representante do Ministério das Relações Exteriores (MRE), que representava o governo na Itaipu.

O presidente do Incra, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Leonardo Góes Silva, também foi exonerado a pedido de renúncia. Além dele, Maria Aparecida de Siqueira, procuradora da União, pediu para deixar o cargo de Secretaria-Geral de Consultoria da na AGU, Advocacia-Geral da União.

*com informações do Estadão Conteúdo