Ministro da Educação compara Lula e Dilma à droga encontrada em avião da FAB

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2019 10h52
MATEUS BONOMI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDOWeintraub ressaltou que drogas encontradas não tem relação com o presidente Jair Bolsonaro

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, associou , nesta quinta-feira (27), os ex-presidentes Luís Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff à “drogas”. Em sua conta no Twtiter, ele igualou os petistas à cocaína encontrada ontem (26) em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

“No passado, o avião presidencial já transportou drogas em maior quantidade. Alguém sabe o peso do Lula ou da Dilma?”, escreveu o ministro. Pouco tempo depois, ele se tornou o assunto mais comentado na rede social entre os principais tópicos brasileiros.

Ele também afirmou que o militar responsável pelos 39 kg de cocaína “nada tem a ver com o governo Bolsonaro” e provocou a oposição. “Ele irá para a cadeia e ninguém de nosso lado defenderá o criminoso”, disse, em referência aos pedidos de liberdade de Lula feitos por parte de seu eleitorado.

Reações

Até o momento, os internautas não receberam com simpatia o post do ministro. Entre as várias reações à publicação, os usuários da rede social classificaram como “imaturo”, “infeliz”, “inacreditável”, “imoral” e “incompatível com o cargo de ministro”.

Artistas e políticos da oposição, como Sâmia Bonfim (PSOL) e Zeca Dirceu (PT) também fizeram comentários negativos sobre a publicação de Weintraub. “Que baixo nível”, escreveu, por exemplo, a deputada.

*Com Estadão Conteúdo