Ministro da Infraestrutura acredita que leilão de 12 aeroportos em três blocos ‘será bem sucedido’

  • Por Jovem Pan
  • 18/02/2019 18h19
Dida Sampaio/Estadão Conteúdo Ministro lembrou que primeiro leilão será realizado em 15 de março

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse nesta segunda-feira (18) que a expectativa do governo federal é de que cada um dos blocos do leilão de concessões de aeroportos – a ser realizado em 15 de março – receba propostas.

“Tudo leva a crer que o leilão de aeroportos será bem sucedido”, afirmou, em entrevista coletiva. O sistema de blocos, segundo ele, será testado pela primeira vez na nova rodada de concessão. O primeiro grupo terá seis aeroportos; o segundo, dois; e o terceiro, quatro.

“Teremos sempre daqui para frente a lógica de blocos em concessões de aeroportos”, declarou, acrescentando que, após a primeira rodada, devem ser concedidos mais 20 aeroportos no fim de 2020. Depois, outros 24 irão a leilão em 2021 ou 2022.

O ministro participou de evento de assinaturas de contrato de arrendamento do terminal de granéis líquidos no Porto de Santarém (PA) e de contrato de adesão de um terminal do Porto do Açu (em São João da Barra, RJ), para movimentação de gás natural liquefeito.

Saiba quais aeroportos estão nos pacotes

Bloco Centro-Oeste

  • Aeroporto de Cuiabá
  • Aeroporto de Sinop
  • Aeroporto de Rondonópolis
  • Aeroporto de Alta Floresta

Bloco Nordeste

  • Aeroporto de Recife
  • Aeroporto de Maceió
  • Aeroporto de João Pessoa
  • Aeroporto de Aracaju
  • Aeroporto de Juazeiro do Norte
  • Aeroporto de Campina Grande

Bloco Sudeste

  • Aeroporto de Vitória
  • Aeroporto de Macaé

*Com informações do Estadão Conteúdo