Ministro da Secretaria-Geral diz que AGU seria ‘um excelente ministro do STF’

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2019 15h10
Antonio Cruz/ Agência Brasil Na manhã desta segunda (15), o presidente Jair Bolsonaro usou a expressão “terrivelmente evangélico” para se referir ao advogado, indicando possível nomeação à Corte

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, afirmou que o advogado-geral da União, André Mendonça, seria um “um excelente ministro do Supremo”. Na manhã desta segunda (15), o presidente Jair Bolsonaro usou a expressão “terrivelmente evangélico” para se referir ao AGU, a mesma usada na semana passada por ele para caracterizar uma possível indicação sua à Corte.

“Eu não sou evangélico, sou católico, cristão, sei que a pauta não é pelo fato dele ser evangélico. Mas pelos valores que ele tem, pela postura dele sobretudo pelo conhecimento” disse Oliveira. “O ministro André Mendonça, tenho certeza, assim como é um excelente advogado da União, seria um excelente ministro do Supremo, ou do STJ. Qualquer posição dentro do Estado brasileiro”.

André Mendonça é pastor da Igreja Presbiteriana em Brasília e é tido como um dos possíveis nomes que poderiam servir à intenção de Bolsonaro em nomear um ministro protestante. Doutor em Direito pela Universidade de Salamanca, na Espanha, instituição onde já ministrou aulas, o advogado trabalha na AGU desde 2000, mas só chegou ao cargo máximo do órgão em 2019.

De acordo com o ministro da Secretaria-Geral, o que Bolsonaro “está buscando são valores”. “Os evangélicos, em geral, têm perfil conservador, perfil de valorizar a família, sobretudo. E a religião traz esse mote de observância dos princípios, que a sociedade vem perdendo ao longo dos anos.”

“O André, antes de tudo, é uma pessoa extremamente íntegra, uma pessoa de uma capacidade enorme, brilhante em todos os sentidos. Conhecimento técnico. Tem uma biografia excepcional dentro da carreira dele. É uma pessoa sem vaidades, uma pessoa muito ponderada. Perfil conciliador”, avaliou Oliveira.

“Qualquer posição que o ministro André ocupe, ele vai ser destacado. As pessoas que trabalham com ele, as pessoas que têm, como eu, a oportunidade de conversar e de trabalhar junto, a gente sabe o valor dele.”

Com Estadão Conteúdo