Ministro diz que governo planeja liberar mineração em terras indígenas

  • Por Matheus Meirelles
  • 05/03/2019 07h16 - Atualizado em 05/03/2019 07h46
Reprodução/TwitterO presidente Jair Bolsonaro e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que o governo do presidente Jair Bolsonaro planeja liberar a mineração em terras indígenas e em zonas de fronteira. A declaração foi feita nesta segunda-feira (4), durante palestra para investidores e executivos do setor, que estão reunidos nesta semana na convenção da Associação de Prospectores e Desenvolvedores do Canadá, em Toronto.

O ministro destacou também que o Planalto cogita abrir para mineradoras privadas a atividade de pesquisa relacionada a minerais nucleares. Bento Albuquerque informou ainda que deve colocar em leilão até junho deste ano algumas áreas pertencentes ao Serviço Geológico Brasileiro.

Também nesta segunda-feira, começou uma rodada de debates no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas. A liderança indígena, Avanilson Karajá, rebateu declarações da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, na semana passada, também na ONU.

Avanilson Karajá criticou a gestão da Funai e pediu que um relator da ONU visite o Brasil para “constatar a degradação dos recursos e o quadro de violações”.

Na quinta-feira, vítimas da tragédia da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, também devem apresentar posicionamento na ONU. No fim de semana, o ex-deputado federal, Jean Wyllys, também pretende falar em Genebra sobre a situação dos Direitos Humanos no Brasil.