STJ manda soltar Joesley e Ricardo Saud, presos na Operação Capitu

  • Por Jovem Pan
  • 12/11/2018 16h38 - Atualizado em 12/11/2018 16h45
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoExecutivos da J&F foram detidos na sexta, durante a Operação Capitu

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nefi Cordeiro determinou nesta segunda-feira (12) a soltura de Joesley Batista e Ricardo Saud, detidos na semana passada na Operação Capitu. O pedido feito pela defesa dos executivos da J&F beneficiou ainda Florisvaldo Oliveira e Demilton Castro.

Mais cedo, Cordeiro havia mandado libertar também o ex-ministro da Agricultura Neri Geller e o ex-secretário de Defesa Agropecuária da pasta Rodrigo Figueiredo, detidos na mesma ação. Em ambos os casos, o ministro entendeu que a alegação de omissão por parte dos delatores não é motivo para prisão.

Em sua decisão, o Nefi Cordeiro afirmou que não é “admissível prender por falta de colaboração do acusado” e chamou de “ilegalidade” a prisão realizada pela Polícia Federal na sexta-feira (9).

Um delegado chegou a dizer que Joesley mentiu em delação para atrapalhar investigações.

*Com informações do Estadão Conteúdo