Ministro Eliseu Padilha tem fama de “Primeiro-ministro” no governo Temer

  • Por Jovem Pan
  • 10/09/2016 09h02
Brasília - Ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha acompanhado do deputado Paulo Pereira, da Força Sindical, durante coletiva (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)ministro da Casa Civil

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, ganha a fama de “mandão” e de “Primeiro-ministro” do governo Temer, um dos primeiros a articular o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. O ex-ministro da petista recusou a coordenação política dela exatamente para iniciar o processo de articulação no Congresso.

Ninguém nunca duvidou da força de Padilha em Brasília, mas com a proximidade com o presidente Temer e mantendo o gabinete no Palácio, a força dele aumentou e “trombada” com ele pela capital, significa derrota certa. A última vítima foi o ex-ministro Fábio Medina Mendonça, que foi demitido por Padilha sem mesmo consultar Michel Temer. E com a resistência de Medina em sair, Temer acabou confirmando a demissão em menos de duas horas.

Em quatro meses do governo, esta foi a terceira baixa de Temer. O presidente minimizou um ponto de críticas ao nomear Grace Maria Mendonça como ministra-chefe da advocacia-geral da União, que será a única mulher entre os 24 ministros.

*As informações são do repórter José Maria Trindade