Ministro Ramos é transferido para reserva remunerada do Exército

No mês passado, o ministro já havia anunciado que anteciparia o fim do serviço ativo no Exército

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2020 09h40 - Atualizado em 16/07/2020 09h55
Marcos Corrêa / Presidência da RepúblicaO general serve às Forças Armadas desde 1973, quando entrou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército

O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, foi transferido para a reserva remunerada do Exército. O decreto de transferência foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e e pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. A decisão está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (16) e tem validade a partir de 15 de julho. No mês passado, o ministro já havia anunciado que anteciparia o fim do serviço ativo no Exército e passaria para a reserva.

O general serve às Forças Armadas desde 1973, quando entrou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército. No entanto, quando assumiu a Secretaria de Governo no lugar de Carlos Alberto dos Santos Cruz, general de reserva do Exército, no ano passado, Luiz Eduardo Ramos já estava afastado do Alto Comando do Exército. Quando foi convidado por Bolsonaro para fazer parte do governo, o general estava à frente do Comando Militar do Sudeste.

*Com informações da Agência Brasil e do Estadão Conteúdo