Moro cria conta no Twitter pela primeira vez para defender pacote anticrime

  • Por Jovem Pan
  • 04/04/2019 11h27 - Atualizado em 04/04/2019 11h32
Edilson Rodrigues/Agência Senado"Resolvi aderir ao Twitter pois é um instrumento poderoso de comunicação" argumentou o ex-juiz da Lava Jato

O ministro Sérgio Moro entrou no Twitter pela primeira vez  na manhã desta quinta-feira (4). A conta do chefe da Justiça e Segurança Pública foi criada, segundo ele, para “divulgar os projetos e as propostas” da pasta.

Moro seguiu cinco perfis logo após criar o microblog na plataforma: Jair Bolsonaro, Polícia Federal, Ministério Público Federal, Polícia Rodoviária Federal e o do próprio ministério que comanda.

“Resolvi aderir ao Twitter pois é um instrumento poderoso de comunicação” argumentou o ex-juiz da Lava Jato. “A ideia é divulgar os projetos e as propostas do Ministério da Justiça e Segurança Pública”.

O ministro ainda afirmou que usará a rede para explicar o projeto anticrime, pacote que altera 14 leis relacionadas a corrupção, crimes violentos e organizações criminosas.

Elaborada pelo Planalto, a inciativa tem sido alvo de discussões públicas entre Moro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que colocou o pacote à sombra da reforma da Previdência na Casa. O deputado chegou a dizer que a proposta seria “cópia e cola” de ideias do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Moro tem participado de audiências públicas no Legislativo para defender a proposta e, agora, parte para as redes com o objetivo de ampliar a popularidade do pacote. Menos de uma hora depois de criado, o perfil do Ministro no Twitter já acumulava cerca de 20 mil seguidores.