Moro rebate advogado de Lula: “vai perturbar a audiência sucessivamente?”

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2017 18h39

O juiz federal Sergio MoroABR - O juiz federal Sergio Moro

O juiz federal Sergio Moro protagonizou nesta quinta-feira mais um embate com a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O confronto verbal ocorreu em meio ao depoimento do ex-diretor da OAS Roberto Moreira Ferreira em ação penal na qual o petista também é réu. Ele disse que o apartamento tríplex na cobertura do Edifício Solaris, no Guarujá, estava “reservado” a Lula.

A parte tensa da conversa se deu quando Moro rejeitou questão “pela ordem” do advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, que acusou o magistrado de fazer um “pré-julgamento” em trecho da pergunta.

Em uma das questões que formulava ao ex-executivo da empreiteira, Sergio Moro questionou: “O senhor sabe informar se houve algum pagamento da srª Marisa Letícia (ex-mulher de Lula) ou do senhor ex-presidente relativamente à aquisição desse tríplex?”

Ao que o advogado de Lula interrompeu e fez um questionamento “pela ordem”: “Vossa Excelência está afirmando ‘aquisição do triplex’, aonde (sic) Vossa Excelência está fazendo uma afirmação com um pré-julgamento. Eu gostaria que Vossa Excelência reformulasse a questão para que não houvesse esse ‘pré-julgamento’”, requereu.

Moro negou. “Não tem pré-julgamento nenhum. A sua questão está indeferida, doutor”, disse o juiz.

Zanin insistiu: “’Aquisição?’ Onde vossa excelência viu nos autos ‘aquisição’?”

“Doutor, poderá fazer suas perguntas depois. Eu estou perguntando à testemunha se há algum pagamento”, perguntou o juiz da Lava Jato.

“Ele não é testemunha, é interrogando, excelência”, corrigiu o advogado.

“O senhor vai perturbar a audiência sucessivamente, doutor?”, questionou Moro.

“Não é, excelência. É que vossa excelência fez afirmação de que houve aquisição”, reiterou Zanin.

“Não. Eu fiz se houve pagamento relativamente à aquisição do tríplex”, retrucou Moro.

“Então, é sobre essa questão”, disse Zanin.

“Doutor, está indeferida a sua questão. Agradeço a ponderação, está indeferida”, fortaleceu Moro.

“É que nessa questão vossa excelência está fazendo pré-julgamento”, repetiu o advogado de Lula.

 “O doutor vai continuar falando o resto da audiência, ou nós vamos poder ouvir aqui o acusado?”, questionou Moro, cortando Zanin.

“É uma questão de ordem relevante”, insistiu Zanin, dando um breve riso irônico.

“Está indeferida, doutor”, reafirmou Moro.

“Bom, mais um pré-julgamento”, classificou o advogado de Lula.

Ouça esse trecho AQUI.