Moro após demissão de Teich: ‘Cenário difícil, em plena pandemia’

  • Por Jovem Pan
  • 15/05/2020 14h36 - Atualizado em 15/05/2020 14h38
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoO agora ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública do Brasil, Sergio Moro

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, classificou o atual momento como “difícil, em plena pandemia”. Ele se pronunciou no início da tarde desta sexta-feira (15) pelas redes sociais – pouco após o anúncio da demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich.

“Cenário difícil, em plena pandemia, 13993 mortes até ontem. Números crescentes a cada dia. Cuide-se e cuide dos outros”, escreveu o ministro.

O Ministério da Saúde anunciou o pedido de demissão de Teich no início da tarde desta sexta, por meio de nota. Uma coletiva é aguardada para esta tarde e deve relavar mais detalhes da saída de Teich.

Segundo os últimos dados da pasta, a pandemia de Covid-19 já deixou quase 14 mil mortos e mais de 202 mil casos confirmados. No mundo, as mortes passam de 300 mil.

De acordo com a comentarista Thaís Oyama, do 3 em 1, da Jovem Pan, a defesa do presidente Jair Bolsonaro na ampla aplicação da cloroquina, não apenas para pacientes graves, foi o que culminou na saída de Teich.

Nesta quinta, em videoconferência com empresários, Bolsonaro disse que “pode e vai” mudar o protocolo que preescreve cloroquina para os pacientes com Covid-19.