Morre Cabo Anselmo, marinheiro que incitou revolta contra os militares e mudou de lado durante a ditadura

Informação foi confirmada por colunista da Jovem Pan; ex-militar tinha 80 anos e estava em um sítio, onde morreu na terça-feira, 15

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2022 14h43
Reprodução/YouTube De óculos, barba branca e camiseta azul clara, o cabo Anselmo fala durante gravação de vídeo José Anselmo dos Santos se infiltrou em movimentos subversivos durante o regime militar

O ex-militar José Anselmo dos Santos, conhecido como Cabo Anselmo, morreu na noite de terça-feira, 15, aos 80 anos de idade. A informação foi confirmada por Jorge Serrão, colunista da Jovem Pan. Segundo Serrão, a causa da morte foi um mal súbito potencializado pela velhice e, no momento da morte, ele estava em um sítio. O colunista diz ainda que a informação foi repassada para poucos amigos do ex-militar. Cabo Anselmo se notabilizou por sua atuação durante o regime militar, período no qual atuou como agente duplo e se infiltrou em movimentos subversivos. Durante anos, o ex-militar tentou conseguir anistia e reconhecimento das forças armadas. Mas, mesmo tentando em diferentes governos, fracassou. Ele foi responsável por incitar a Revolta dos Marinheiros, em 1964, mas atuou ao lado dos militares posteriormente.