Mourão diz que não autorizou uso de sua imagem em mensagens sobre protestos

O vice-presidente afirmou, no entanto, que ‘protestos fazem parte da democracia’ e que Bolsonaro não atacou as instituições, que ‘estão funcionando normalmente’

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2020 17h32
Alan Santos / PRO vice-presidente da república, General Hamilton Mourão

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, afirmou nesta quarta-feira (26) que não autorizou o uso de sua imagem em mensagens que convocam a população para ir às ruas contra o Congresso Nacional.

Pelo Twitter, Mourão afirmou, no entanto, que “protestos fazem parte da democracia, que não precisa de pescadores de águas turvas para defendê-la”.

Ainda segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro, que teria mandado mensagens e vídeos para contatos do WhatsApp com informações da manifestação, “não atacou instituições, que estão funcionando normalmente”.

O general e ex-ministro da Secretaria do Governo Carlos Alberto Santos Cruz também se manifestou, apesar de não aparecer no post que convocava as manifestações e pediam “fora Maia e Alcolumbre”. Pelo Twitter, ele classificou a montagem com fotos do Exército como “irresponsável”. “Confundir o Exército com alguns assuntos temporários de governo, partidos políticos e pessoas é usar de má fé, mentir, enganar a população”, tuitou.