Mourão: ‘Se tiver que ir para a guerra, eu levo o Moro e o Dallagnol comigo’

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2019 15h49
Valter Campanato/Agência BrasilPara ele, o ministro da Justiça e ex-juiz foi vítima de um crime

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta quinta-feira (13) em entrevista à Rádio Guaíba que “se tiver que ir para a guerra, leva o Sergio Moro e o Deltan Dallagnol“. Para ele, o ministro da Justiça e ex-juiz foi vítima de um crime.

Segundo Mourão, a legitimidade dos dados revelados pelo The Intercept Brasil é questionável. “Pode ser tudo editado, nós não temos acesso aos documentos e aos diálogos reais que podem ter acontecido. Obviamente, eles buscam atacar aquilo que é o maior patrimônio das pessoas de bem, que é a honra e a dignidade”, afirmou.

Desde domingo (9), o site de notícias tem publicado mensagens trocadas supostamente entre o ministro e o procurador da República e ex-coordenador da Lava Jato em Curitiba.

Mourão reconheceu que o vazamento das mensagens reverbera na articulação política no Congresso. “Está causando algum ruído. Mas em uma análise mais fria e tranquila, esse ruído está circunscrito a determinados grupos”, pontuou.

*Com informações do Estadão Conteúdo