‘Muito irresponsável’, diz Bolsonaro em resposta à declaração de Maia

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2019 20h15
EFE"Não é uma palavra de uma pessoa que conduz uma Casa", disse o presidente sobre Rodrigo Maia

Em resposta ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente Jair Bolsonaro classificou como irresponsável a declaração do parlamentar fluminense quando disse que ele está “brincando de presidir o País”.

“Se foi isso mesmo que ele falou, eu lamento. Não é uma palavra de uma pessoa que conduz uma Casa. Muita irresponsabilidade”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro havia dito, numa entrevista à TV Bandeirantes na tarde desta quarta-feira, 27, que Maia estaria “abalado por questões pessoais”. Ao saber da declaração do presidente, Maia disse que Bolsonaro “está brincando de presidir”.

Após encontro com empresários e artistas na casa do fundador da Cyrela, Elie Horn, Bolsonaro disse a jornalistas que lamentava a fala do presidente da Câmara.

“Não existe brincadeira da minha parte, muito pelo contrário, eu lamento palavras nesse sentido. Até quero não acreditar que ele tenha falado isso”, declarou.

Pressionado pelo Congresso a mudar a articulação na reforma da Previdência, Bolsonaro insistiu que sua maneira de governar é respeitando “acima dos colegas políticos, o povo brasileiro que me botou lá.”

O presidente declarou que a reforma da Previdência não é um projeto seu, mas do País pela necessidade fiscal. “A responsabilidade é de todos. Não é minha apenas [ou] do presidente da Câmara. É de todos nós aprovar essa e outra reforma que temos de fazer na questão tributária”, afirmou.

Anteriormente, Bolsonaro havia falado que a “bola” da aprovação estava com o Congresso.

No encontro, ao conversar com os participantes, Bolsonaro garantiu que não tem nenhum problema com o Congresso e apostou que, “com o passar do tempo”, os parlamentares vão entender a importância da reforma.

*Com informações do Estadão Conteúdo