‘Mulheres jovens têm maior dificuldade de identificar relacionamento abusivo’, diz coordenadora do MPSP

  • Por Jovem Pan
  • 18/06/2019 12h15 - Atualizado em 18/06/2019 13h45
PixabayA ideia da cartilha é mostrar que um relacionamento saudável é o que passa segurança e respeito

O Ministério Público de São Paulo divulgou na última quarta-feira (12) a cartilha Namoro Legal, que tem o objetivo de ajudar adolescentes e mulher jovens a identificar um relacionamento abusivo.

A coordenadora do núcleo de gênero do MPSP, Valéria Scarance, contou ao Jornal da Manhã – 2ª edição que, de acordo com pesquisas recentes, 42% das jovens e adolescentes já sofreram alguma violência e que a mesma faixa etária têm maior dificuldade em identificar relacionamentos abusivos.

A cartilha Namoro Legal apresenta para as leitoras, de uma forma leve e didática, sete pontos do relacionamento em que a violência pode se manifestar. Alguns deles foram intitulados como: ‘Confie nas atitudes, não nas palavras’, ‘Seu espaço é só seu’, ‘A chave da sua vida’ e ‘o vá morar na lua’.

O objetivo é falar do tema sem citar palavras como crime e violência, além de mostrar que um relacionamento amoroso tem que ser legal e saudável.

O projeto está disponível para download no site do Ministério Público e pode ser usado em rodas de conversas e debates.

Tecnologia Maia

Criada em parceria com a Microsoft no Dia dos Namorados desse ano, a Maia é um robô que utilizará da inteligência artificial para conversar e tirar dúvidas de adolescentes sobre relacionamento nos chats das redes sociais.

Prestes a entrar na fase de funcionamento, Valéria Scarance define a Maia como “uma amiga mais velha, inteligente e com boas dicas”.