Museu Nacional recebe mais de R$ 800 mil de governo da Alemanha após destruição

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2018 15h19
EFEO Museu Nacional foi completamente destruído em 2 de novembro deste ano durante um incêndio. Até o momento, cerca de 1500 peças do acervo foram resgatadas

Após sua destruição completa no último dia 2 de novembro em decorrência de um incêndio, o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, recebeu nesta segunda-feira (10) uma doação de 180.800 euros do governo alemão. Na prática, esse valor equivale a R$ 808 mil.

A doação será utilizada na recuperação de parte do acervo que foi resgatada dos escombros. Esse valou é uma primeira parcela do auxílio prometido pela Alemanha. A expectativa, segundo o cônsul alemão no Rio de Janeiro, Klaus Zillikens, é um aporte de 1 milhão de euros.

Os valores recebidos nesta segunda-feira financiarão a compra e equipamentos de alta precisão para a recuperação das peças. Um dos itens do acervo que requer equipamento novo para reparo é o fóssil humano mais antigo do Brasil, a Luzia. “É um valor que entra para aquilo que a gente precisa. Nós estamos extremamente gratos pela sensibilidade do governo alemão”, disse Alexander Kellner, diretor do museu.

O trabalho de recuperação tem ido bem. Até o momento, pelo menos 1500 peças do acervo foram recuperadas. Pontas de flechas de metal de índios do início do século XX estão entre os bens resgatados. O trabalho de resgate está sendo financiado, até o momento, pelo Ministério da Educação, que doou R$ 10 milhões. A expectativa é de que o governo federal investirá, pelo menos, R$ 56 milhões em 2019 para a reestruturação do Museu Nacional.

Kellner explica que esse valor é o principal e só será possível graças a uma “emenda parlamentar impositiva feita graças à enorme sensibilizada da bancada de deputados federais do Rio de Janeiro”.

*com informações da Agência Brasil