Namorada de ator morto posta foto da família dele: ‘Hoje não sinto nada além da culpa iminente’

  • Por Jovem Pan
  • 03/07/2019 15h42
Reprodução/FacebookNa publicação, ela falou sobre os pais do menino e disse que "desenvolveu um amor profundo e uma admiração gigantesca pela família"

A namorada do ator Rafael Miguel, Isabela Tibcherani, postou uma foto da família do garoto na sua página no Instagram nesta terça-feira (3) e escreveu que sente uma “mistura de dor com culpa e medo”. Rafael e os pais foram assassinados pelo pai de Isabela, Paulo Cupertino Matias, que segue foragido.

“Não consigo parar de pensar no sofrimento que, mesmo sem querer, causei a essa família. Podem me dizer o que quiserem, tanto afirmar algo que já sei, que é a culpa que carrego, ou dizer apenas que não devo me preocupar com isso pois não poderia prever. À essa altura, nada disso importa”, afirmou.

Na publicação, ela falou sobre os pais do menino e disse que “desenvolveu um amor profundo e uma admiração gigantesca pela família” de Rafael. “Tinha um desejo incontrolável de fazer parte dela, de ter, enfim, a família que sempre sonhei pra mim”, completou.

Isabela ainda pediu desculpas, principalmente para a irmã do garoto – que continuou viva – e disse que “entende perfeitamente que ela não queira mais saber de mim”. “Eu queria acordar desse pesadelo. Me sinto vulnerável, sem vontade de muitas coisas, cada vez menos viva. Não sei dizer como vou me sentir amanhã mas sei que, hoje, não sinto nada além do vazio, a saudade e a culpa iminente.”

View this post on Instagram

A dor que me veio hoje é diferente. É uma dor misturada com culpa, medo… Não consigo parar de pensar no sofrimento que, mesmo sem querer, causei a essa família. Podem me dizer o que quiserem, tanto afirmar algo que já sei, que é a culpa que carrego, ou dizer apenas que não devo me preocupar com isso pois não poderia prever. À essa altura, nada disso importa. Além de não conseguir tirar a cabeça e o coração dos que se foram, a dor se estende ao pensar nos que ficaram. Cada átomo do meu corpo dói, quando penso na Camilla, na Isabelly, na Luninha e na princesa Mariá. Desenvolvi um amor tão profundo por essa familia, uma admiração gigantesca e um desejo incontrolável de fazer parte dela, de ter, enfim, a família que sempre sonhei pra mim. Via o amor com que a Miriam e o João criaram e seus filhos, falava direto para o Rafa do quanto eu os amava, e queria um dia construir com ele uma familia tão linda assim. Deus! Como me dói pensar no tanto de sofrimento que essa familia sente. Queria poder arrancar a dor do coração de cada um de vocês e deixar só no meu, queria poder devolver tudo a vocês tudo que lhes foi tirado, tão injustamente. Lhes peço perdão, do fundo da minha alma, perdão. Eu não sei dizer ao certo pelo quê estou me desculpando mas, preciso. Eu sei do quanto tem sido árduo, penoso, doloroso e quase impossível seguir, todos os dias, realizar as tarefas simples, manter minha mente longe pra não me deixar afundar no choro, nas lembranças. Eu sei do quanto vai ser um pesadelo quando chegar dia 9, aniversário do amor da minha vida, e eu não puder olhar nos olhos dele, desejar que ele tenha o melhor dia de todos e passar com ele, mais um dia especial. Eu queria acordar desse pesadelo. Me sinto vulnerável, sem vontade de muitas coisas, cada vez menos viva. Não sei dizer como vou me sentir amanhã mas sei que, hoje, não sinto nada além do vazio, a saudade e a culpa iminente. Cada vez que olho uma foto de vocês, vem um mix de sentimentos. Essa foto então… Me traz todos os sentimentos possíveis. Quando olho pro Rafael pequeno, vejo sua pureza no olhar que se manteve por toda sua vida. Quando olho pro João, querido João, tão amável! (…)

A post shared by Isabela (@isabelatibcherani) on

Assassino segue foragido

A Polícia Civil divulgou, no dia 19 de junho, imagens com possíveis disfarces que Matias poderia usar para não ser encontrado. A delegacia que investiga o caso recebeu as imagens que poderão ajudar na identificação do foragido do Laboratório de Arte Forense da Polícia Civil.

Foram realizadas modificações no cabelo e na barba de Matias, além de serem acrescentados boné e óculos escuros, simulando disfarces que o homem poderia recorrer no intuito de não ser reconhecido.

Sobre o caso

Segundo o registro do boletim de ocorrência, Rafael chegou à casa da namorada acompanhado pelos pais João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, de 50. Parentes afirmaram que eles haviam marcado uma conversa com a família de Isabela para falar sobre o relacionamento.

Quando ainda estavam do lado de fora do portão, Matias os teria surpreendido e, sem dizer nada, matado os três a tiros.