Nardes tem de se afastar de relatoria das contas do Governo no TCU, diz Barbosa

  • Por Agência Estado
  • 06/10/2015 11h36
O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes

O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, voltou a dizer nesta terça-feira, 6, que o ministro Augusto Nardes, relator do processo sobre as contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff no Tribunal de Contas da União (TCU), deveria ser afastado do caso.

Após participar da cerimônia de transmissão de cargo do ex-ministro de Portos Edinho Araújo para o novo ministro Helder Barbalho, Barbosa reafirmou que a magistratura não permite a antecipação de voto ou posicionamento sobre o objeto do julgamento. “Seguindo o que manda a Lei Orgânica da Magistratura e o próprio regimento do TCU, os magistrados não podem se manifestar (antecipadamente)”, disse.

Barbosa também afirmou que espera a manutenção dos vetos presidenciais, em sessão do Congresso marcada para esta terça-feira, e que isso “significa menos impostos”. 

O ministro disse ainda que, além da realização dos leilões de portos este ano, espera que seja realizada ainda a concessão de trechos de rodovias.