No Twitter, Chalita afirma não conhecer Machado

  • Por Estadão Conteúdo
  • 28/05/2016 12h24
Deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP) durante sessão solene do Congresso em homenagem ao padre José de Anchieta, canonizado no último dia 3 de abril Foto: Geraldo Magela/Agência SenadoGabriel Chalita (Agência Senado)

O ex-deputado e ex-secretário da Educação, Gabriel Chalita, afirmou, em sua página na rede social Twitter, que não conhece Sergio Machado, ex-presidente da Transpetro, e que todos os recursos recebidos em campanha foram “legais, fiscalizados e aprovados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).”

De acordo com o Jornal Nacional desta sexta (27), da TV Globo, em novas gravações de Machado com o ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-AP), os investigadores acreditam que, na citação na qual Machado afirma que teria contribuído com o presidente da República em exercício, Michel Temer (PMDB) em 2012 durante as eleições municipais, seria uma referência à campanha de Chalita à Prefeitura de São Paulo. Na época, Chalita era filiado ao PMDB – hoje, ele está no PDT e deixou recentemente a pasta da Educação da gestão Fernando Haddad (PT) para eventualmente ser o candidato à vice na chapa na campanha à reeleição do prefeito paulistano. O Jornal Nacional disse não ter localizado Chalita para responder ao assunto. 

“Afirmo, ainda, não ter sido procurado pelos órgãos de imprensa que dizem não ter me encontrado. Lamento a falta de cuidado de parte da imprensa em tentar macular a vida das pessoas sem nenhum compromisso com a verdade”, disse Chalita, na rede social, afirmando que o envolvimento do seu nome nas gravações são “ilações absurdas”.