Noruega bloqueia repasses para preservação da Amazônia

Governo local considera que o Brasil não está cumprindo o acordo de preservação da região

  • Por Jovem Pan
  • 15/08/2019 16h21
Elza Fiúza/Agência BrasilAmazônia

O ministro do Clima e do Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, anunciou nesta quinta (15) que o país bloqueará os repasses de 133 milhões de reais para a preservação e ações contra o desmatamento na Amazônia. Os nórdicos são os maiores financiadores do fundo internacional voltado à floresta.

Segundo o jornal norueguês Dagens Næringsliv, o governo local considera que o Brasil não está cumprindo o acordo de preservação da região.

O bloqueio acontece em meio a críticas de Jair Bolsonaro e do ministro Ricardo Salles às políticas europeias de financiamento do tipo. Ontem, o presidente disse que a chanceler alemã Angela Merkel deveria usar o dinheiro para reflorestar o próprio país.

“Eu queria até mandar um recado para a senhora querida Angela Merkel, que suspendeu US$ 80 milhões para a Amazônia. Pegue essa grana e refloreste a Alemanha, ok? Lá está precisando muito mais do que aqui”, ironizou.

Em uma década de existência, o Fundo Amazônia já contabilizou, segundo dados coletados até o ano passado, 103 projetos, sendo que 21 foram concluídos. Ao todo, foram captados US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 5 bilhões) ao longo desses 10 anos.

Até 2018, a Noruega havia fornecido US$ 1,2 bilhão ao fundo. Em seguida, aparece a Alemanha, que doou US$ 68,1 milhões (aproximadamente R$ 192,6 milhões) desde 2010 até o ano passado.

*Com Estadão Conteúdo