Novo regimento de escolas públicas do DF permite que diretores revistem alunos

A medida atende, segundo a Secretaria, a uma das principais demandas de docentes, gestores, pais e alunos

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2019 11h38
Dênio Simões/Agência BrasíliaA minuta foi encaminhada na última segunda-feira (29) a todas as 678 escolas da rede distrital

Com o intuito de coibir situações de bullying contra alunos e colocar fim à sensação de impunidade na comunidade escolar além de organizar o ambiente e melhorar a relação entre alunos e professores, a Secretaria de Educação do Distrito Federal produziu um novo Regimento Escolar.

A minuta foi encaminhada na última segunda-feira (29) a todas as 678 escolas da rede distrital. A medida atende, segundo a Secretaria, a uma das principais demandas de docentes, gestores, pais e alunos, pois “contempla direitos, deveres, obrigações e responsabilidades no contexto das inter-relações entre os membros da comunidade escolar”.

Algumas das mudanças previstas no regimento são:

– Diretores e vice-diretores poderão exercer o poder disciplinar nos casos estritos de fundados indícios de infrações penais ou de atos infracionais previstos na legislação.

– Diretores e vice-diretores podem promover revista individual dos bens de estudante matriculado e em contexto de aprendizagem.

– Gestores poderão, quando necessário, solicitar o apoio policial.

– No caso de aplicação de medidas disciplinares, os alunos devem ser ouvidos e podem se defender por escrito.

– Entre os deveres do professor está assegurada a imparcialidade no trato pedagógico e disciplinar com cada estudante sob sua supervisão.

– Sobre a integridade física e psicológica dos alunos, as situações de maus-tratos devem ser comunicadas pelos gestores ao Conselho Tutelar no prazo de 24 horas.

Confira as demais propostas da Secretaria de Educação do DF.