Óleo encontrado no Nordeste atinge segunda praia no Rio de Janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 26/11/2019 20h51
Estadão ConteúdoA primeira praia atingida no RJ foi a Praia de Grussaí, em São João da Barra, no litoral norte fluminense

O Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA) informou nesta terça-feira (26) que o óleo encontrado na praia de Santa Clara, no Rio de Janeiro, é compatível com o material detectado no litoral do Nordeste e do Espírito Santo. Também foram constatados fragmentos nas praias do Barreto, em Macaé, e no canal das Flechas, em Quissamã.

Santa Clara é a segunda praia do estado do Rio atingida pelo petróleo. A primeira foi a Praia de Grussaí, em São João da Barra, no litoral norte fluminense. No local, foram detectados 300 gramas de fragmentos de petróleo.

Segundo informou o grupo, formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), equipes já estão no local efetuando o monitoramento. Não foi confirmado se o óleo recolhido nas demais localidades é compatível com o encontrado no restante do Brasil.

Até o momento, não foram constatados novos vestígios de óleo no estado. Ao todo, ao menos 124 municípios de todos os nove Estados do Nordeste, do Espírito Santo e do Rio de Janeiro foram afetados por fragmentos ou manchas de petróleo cru desde 30 de agosto.