Operação Sarcófago prende prefeito no Acre e mira ‘mensalinho’

  • Por Jovem Pan
  • 13/12/2018 19h57
Reprodução/FacebookAndré Maia teria participado de fraudes em licitações que tiveram superfaturamento de R$ 5 milhões

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (13) o prefeito de Senador Guiomard (AC) André Maia (PSD), após apurações sobre esquema de compra de favores, apoio político e desvio de verbas públicas no município acreano. A Operação Sarcófago também deteve o secretário de Finanças e o controlador-geral da cidade, além de um advogado e um pregoeiro.

Senador Guiomard tem cerca de 23 mil habitantes e fica a pouco menos de uma hora da capital Rio Branco. Na ação, a PF cumpriu 25 mandados de busca e apreensão, além de cinco ordens de prisão preventiva. O nome da operação – Sarcófago – é uma referência à funerária onde o pagamento de propina foi flagrado por agentes.

O trabalho desta quinta incluiu uma nova fase da Operação Ícaro, deflagrada em agosto contra o prefeito de Capixaba (AC) e servidores da cidade. “Algumas empresas também operavam no município vizinho, em Senador Guiomard, e poderia haver ligação em operações irregulares entre as prefeituras”, informou a PF, em nota.

De acordo com a investigação, o esquema se baseava na compra de favores e apoio político, envolvendo empresários regionais, funcionários públicos, advogados e vereadores de Senador Guiomard e região. Policiais identificaram fraudes de R$ 5 milhões em licitações. Também havia uma mesada de R$ 3 mil para seis vereadores.

*Com informações do Estadão Conteúdo