Operação Spoofing: juiz mantém prisão de hackers de autoridades

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2019 14h44
Agência BrasilUm dos hackeados foi o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro

O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, manteve as prisões preventivas dos quatro suspeitos de invadir celulares de autoridades. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (11) pela TV Globo.

Walter Delgatti, Gustavo Henrique Elias Santos, Suellen Priscilla de Oliveira e Danilo Cristiano Marques foram presos no dia 23 de julho, durante deflagração da operação Spoofing, da Polícia Federal.

Inicialmente, segundo a emissora, o delegado da Polícia Federal Luís Flávio Zampronha, defendeu a manutenção da prisão de dois suspeitos: Walter e Gustavo. O procurador Wellington Divino Marques de Oliveira, do Ministério Público Federal em Brasília, divergiu e deu parecer para manter a prisão dos quatro. O juiz seguiu esse parecer.

De acordo com eles, os quatro suspeitos deveriam seguir presos para preservar as investigações e proibir a continuidade de eventuais delitos.