Para Mourão, ataques de Olavo a militares são ‘totalmente sem nexo’

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2019 18h30 - Atualizado em 06/05/2019 18h30
ReproduçãoMourão disse que ignorar as críticas de Olavo "será melhor para todo mundo"

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, também se manifestou sobre os ataques do escritor Olavo de Carvalho aos militares que integram o governo, como os ministros Carlos Alberto dos Santos Cruz e Eduardo Villas Bôas. Para Mourão, as críticas são “totalmente sem nexo” e ignorá-las “será melhor para todo mundo”.

As polêmicas começaram após uma entrevista de Santos Cruz a jornalista Vera Magalhães durante o programa 3 em 1, em que ele defendeu o uso “disciplinado” das redes sociais. Olavo não gostou da declaração, e o comparou ao ministro Ciro Gomes (PDT) e disse que ele “fofoca e difama pelas costas”. Santos Cruz retrucou dizendo que ele era “um desocupado esquizofrênico”. Em resposta, o filósofo escreveu ofensas ao general no Twitter.

Nesta segunda-feira (6), o general Villas Bôas decidiu se manifestar, dizendo que Olavo é “o verdadeiro Trótski de direita” e que “acentua as divergências nacionais no momento em que a sociedade precisa recuperar a coesão e estruturar um projeto para o país”.

O presidente Jair Bolsonaro declarou mais cedo que as discussões são “coisas pequenas” diante dos desafios do Brasil e que “não existe grupo de militares e de Olavo aqui. Somos um time só”.

* Com informações do Estadão Conteúdo