Partidos têm uma semana para registrar candidatos e coligações

  • Por Jovem Pan
  • 29/06/2014 07h51

Termina na próxima segunda-feira (30) o prazo para que os partidos políticos realizem as convenções e definam os candidatos e as coligações para as eleições deste ano. Para efetivar as candidaturas, o registro no Tribunal Eleitoral deve ser feito até o próximo sábado (5). A partir de domingo (6), tem início a real disputa pelos cargos de presidente, governadores, senadores, deputados federais e também deputados estaduais.

A principal importância da definição de coligações partidárias é estabelecer o tempo de cada candidato na propaganda eleitoral gratuita do rádio e TV. Mas não é só o número de partidos apoiando que faz a diferença no tempo de propaganda, mas sim o tamanho desses partidos no Congresso.

A presidente Dilma Rousseff, por exemplo, conseguiu em 2010 o apoio de 10 partidos. Neste ano, ela tem até agora 9 partidos. Apesar de ter um partido a menos, ela já garantiu um tempo maior no rádio e TV. As bancadas nas câmaras dos deputados desses 9 partidos lideram o número de cadeiras no Congresso, logo têm um maior tempo de propaganda.  

Com as presentes coligações, nestas eleições Dilma tem 9min 40s no rádio e TV, enquanto Aécio Neves e Eduardo Campos têm um tempo muito mais curto para expor suas propostas: Neves com 3min 10s, e Campos com 1min e 50s.