Após passeio de moto, Bolsonaro promete isenção de pedágio para motociclistas

Neste sábado (25), o presidente anunciou nas redes sociais que testou negativo para coronavírus; ele foi diagnosticado com Covid-19 no dia 7 deste mês

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2020 12h57 - Atualizado em 25/07/2020 12h59
DIDA SAMPAIO / Estadão Conteúdo O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), pilotando sua motocicleta, é visto deixando a casa da deputada Bia Kicis (PSL-DF), no Lago Norte, em Brasília (DF), neste sábado (25)

Após passeio de moto pela capital federal, o presidente Jair Bolsonaro prometeu a um grupo apoiadores que contratos futuros de concessões de rodovias não irão cobrar pedágio de motociclistas. O presidente disse já ter dado essa diretriz ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. “Já falei com o Tarcísio para em novos contratos isentarem motociclistas”, afirmou, ao retornar ao Palácio da Alvorada. Um dos apoiadores presentes havia dito que “cobrar pedágio de motociclistas é um escárnio”.

Depois de anunciar no Twitter que testou negativo para o coronavírus em seu novo exame, Bolsonaro deixou o isolamento de 15 dias e saiu de moto para ir à loja onde comprou o veículo em novembro do ano passado. Após a revisão na moto, ele ainda visitou a deputada Bia Kicis (PSL-DF), que foi destituída por ele da função de vice-líder do governo no Congresso nesta semana.

*Com informações do Estadão Conteúdo