Pernambuco registra a primeira morte por sarampo desde 2013

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2019 16h52
Marcelo Camargo/Agência BrasilA vítima foi um bebê de sete meses que faleceu em Taquaritinga do Norte

A Secretaria de Saúde de Pernambuco confirmou nesta segunda-feira (2) a primeira morte causada no estado pelo sarampo desde 2013. A vítima foi um bebê de sete meses que faleceu em Taquaritinga do Norte, região do Agreste.

No total, segundo a secretaria, já foram notificados 395 casos suspeitos da doença, sendo que 86 foram descartados, 296 estão em investigação e 13 foram confirmados após análise laboratorial realizada pela Fiocruz RJ. Desses, três são em Recife, três em Caruaru, um em Frei Miguelinho, um em Santa Cruz do Capibaribe e cinco em Taquaritinga do Norte.

Sarampo em São Paulo

O Ministério da Saúde confirmou, na última sexta-feira (30), mais duas mortes por sarampo em São Paulo: uma menina de quatro meses, residente de Barueri; e um garoto de nove meses, residente na capital. Na terça (27), foi registrado o primeiro óbito desde 1997, um homem de 42 anos, sem histórico de imunização contra a doença.

Sarampo na Europa

A Organização Mundial da Saúde (OMS) também emitiu um alerta na última semana para um aumento acentuado dos casos de sarampo na Europa. Segundo o órgão, no primeiro semestre de 2019, as transmissões ultrapassaram as registradas em todo o ano de 2018. A doença ressurgiu em quatro países europeus onde era considerada erradicada.

“O restabelecimento das transmissões de sarampo é preocupante. Se não houver alta cobertura de imunização com o apoio de todas as comunidades, crianças e adultos sofrerão desnecessariamente, e alguns tragicamente morrerão”, afirmou Günter Pfaff, presidente da Comissão Regional de Verificação da Erradicação do Sarampo e da Rubéola.

Segundo a OMS, foram 89.994 casos de sarampo em 48 países europeus nos primeiros seis meses de 2019, mais que o dobro do registrado no mesmo período de 2018, quando houve 44.175 casos. Os números já superam os 12 meses de 2018, quando foram registradas 84.462 ocorrências.