Pesquisa: 65,7% acham que a Vale deveria perder licença de mineração

  • Por Jovem Pan
  • 04/02/2019 18h04
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO Para 91%, tragédia de Brumadinho poderia ter sido evitada se ações mais severas tivessem sido tomadas após rompimento em Mariana

A Paraná Pesquisas divulgou um levantamento nesta segunda-feira (4) que avalia a percepção do brasileiro sobre o desastre ocorrido na cidade de Brumadinho, Minas Gerais – onde uma barragem da mineradora Vale se rompeu no final de janeiro. De acordo com os números, 63,4% dos entrevistados acreditam que a empresa foi a maior responsável pela tragédia e 65,7% acham que ela deveria perder sua licença de mineração.

Além disso, a pesquisa apontou que 52,6% pensam que a Justiça deveria prender todos os executivos da companhia. Para 24,2%, deveria determinar o afastamento deles de suas funções e multa pesada, mas não o congelamento de bens e nem a prisão. Outros 13,3% responderam que deveria congelar os bens, mas não decretar a prisão.

O levantamento também mostrou que 66,2% são a favor de o Governo Federal suspender todas as licenças de mineração para a realização de uma nova licitação para a escolha de novas empresas. A maioria (58,9%), no entanto, se disse contrária à criação de uma empresa estatal – ou seja, pública – para assumir a responsabilidade pela mineração do país.

Por fim, os entrevistados foram questionados sobre o desastre semelhante que aconteceu três anos atrás na também mineira Mariana. Deles, 91,0% disseram que a tragédia de Brumadinho poderia ter sido evitada se a Justiça tivesse tomado ações mais severas para punir os responsáveis do incidente anterior. 90,0% ainda afirmaram que a Samarco, dona da barragem, não respondeu na ocasião de forma satisfatória.

A pesquisa foi realizada pelo instituto entre os dias 30 de janeiro e 3 de fevereiro com 2.420 brasileiros em 188 municípios e em 26 estados mais o Distrito Federal. O grau de confiança é de 95%. A margem de erro, 2 pontos percentuais para mais ou para menos.