PF e FBI fazem operação contra crimes na Dark Web e prendem israelense

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2019 16h09
Divulgação/Polícia FederalOperação da Polícia Federal com o FBI prendeu israelense que morava em Brasília

A Polícia Federal e o Federal Bureau of Investigation (FBI) deflagraram nesta segunda-feira (6) uma operação contra crimes na internet e na Dark Web. A operação resultou na prisão de um israelense que mora em Brasília.

O estrangeiro foi preso no Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, enquanto agentes da PF faziam buscas em sua casa na capital federal. O suspeito é acusado de tráfico de drogas e armas, contrabando e lavagem de dinheiro.

Em sua residência, foram apreendidos dispositivos utilizados para a guarda de criptomoedas e R$ 200 mil em espécie (moeda estrangeira e reais).

Segundo a Polícia Federal, o israelense administra que servia como um indexador de serviços clandestinos da Dark Web. Além disso, a página dele ensinava os usuários a comprar armas, drogas e outros produtos sem levantar suspeitas.

As investigações indicaram que o homem recebia uma comissão por cada transação na Dark Web que passava por seu site. Ele teria ajudado cerca de 15 mil usuários a fazer compras ilegais.

Esta é a segunda vez que o israelense detido é alvo de uma operação da PF. Em outubro de 2018, ele foi investigado por praticar o crime de pornografia infantil. Na ocasião, a Polícia Federal apreendeu R$ 1 milhão em espécie na residência dele em Brasília, além de notebooks e smartphones.