PF prende Coronel Lima, amigo de Temer

  • Por Jovem Pan
  • 29/03/2018 08h43
Montagem/Reprodução e EFECoronel João Baptista Lima Filho é apontado como um dos operadores de propina do presidente Michel Temer (MDB)

A Polícia Federal prendeu temporariamente na manhã desta quinta-feira (29) o coronel João Batista Lima, amigo do presidente Michel Temer.

Também foi preso o advogado José Yunes, outro amigo do presidente da República.

A Operação Skala investiga irregularidades e propina envolvendo o setor portuário.

Foi preso ainda o ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi, acusado de intermediar propina da Odebrecht para a campanha de Paulo Skaf, em São Paulo, a mando de Temer.

Outras acusações sobre o coronel

O coronel Lima é acusado de intermediar propinas a Temer. Uma empresa mostrou recibos de supostos repasses de propina atribuída ao presidente via seu amigo.

Em outro caso, delatores da J&F também disseram ter entregado R$ 1 milhão no escritório de Lima em São Paulo, valor destinado ao emedebista.

O coronel também usou uma offshore no Uruguai para comprar dois imóveis em São Paulo, diz a Polícia Federal.