PF faz buscas na casa do senador Ciro Nogueira; PP teria recebido R$43 milhões por apoio

  • Por Jovem Pan
  • 22/02/2019 08h40 - Atualizado em 22/02/2019 09h44
AG. SENADOPP teria recebido cerca de R$43 milhões através de Ciro em troca de apoio político na campanha eleitoral para a eleição presidencial de 2014

A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta (22) sete mandados de busca e apreensão em três estados para apurar crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Um dos locais é a casa do senador Ciro Nogueira (PP-PI).

Batizada de “Compensação”, a operação é um desdobramento das investigações decorrentes do Inquérito 4376 do STF. De acordo com depoimentos de colaboradores, o PP teria recebido cerca de R$43 milhões através de Ciro em troca de apoio político na campanha eleitoral para a eleição presidencial de 2014. O senador é presidente da sigla.

Os mandados foram autorizados pela ministra Rosa Weber. Cerca de 30 agentes realizam os trabalhos nas cidades de Teresina, Brasília e São Paulo.

Em nota, a assessoria do senador, que está em viagem oficial ao exterior, disse que ele “não vê razões que justifiquem a ação, uma vez que sempre esteve à disposição para colaborar com as investigações”. Ciro Nogueira defende o “rápido esclarecimento dos fatos” e que, “mais uma vez, irá comprovar a improcedência das acusações.”

Em setembro, a PF já havia feito busca e apreensão em dois endereços ligados ao senador, no Piauí. À época, as investigações apuravam crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro envolvendo empresários, políticos e doleiros.

Ciro era suspeito de receber R$ 1,6 milhão entre os anos de 2010 e 2014 para sua campanha eleitoral e para o próprio partido. Ainda segundo o inquérito, o parlamentar recebeu R$ 300 mil em 2010, quando ainda era deputado federal, e R$ 1,3 milhão em 2014.