PF prende assessores do ministro do Turismo em caso de laranjas do PSL

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2019 08h28
Ernesto Rodrigues - Estadão ConteúdoO ministro do Turismo. Álvaro Antônio

A Polícia Federal prendeu um assessor especial do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. A ação aconteceu na manhã desta quinta-feira (27), em Brasília.

A ação acontece dentro da investigação da PF sobre supostas candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais. O assessor em questão é Mateus Von Rondon, um dos mais mais próximos do ministro e considerado seu braço-direito na pasta.

Também foi preso um dos coordenadores da campanha de Álvaro Antônio em MG, Roberto Silva Soares, conhecido como Robertinho. Além dele, a PF ainda prendeu um ex-assessor do ministro na Câmara dos Deputados, Haissander Souza de Paula.

A ação da PF acontece na ruas nas cidades de Aimorés e Ipatinga, na Região do Vale do Rio Doce, e em Brasília. Chamada de Sufrágio Ostentação, a ação cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão temporária. Os suspeitos são investigados pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral, emprego ilícito do fundo eleitoral e associação criminosa.

As candidaturas laranja teriam sido de mulheres. O objetivo, ainda segundo as investigações, seria o de acessar fundos eleitorais e utilizar os recursos para pagamento de despesas de outras candidaturas.