PF prende líder do PCC em Balneário Camboriú

  • Por Jovem Pan
  • 05/02/2019 09h43 - Atualizado em 05/02/2019 09h46
DivulgaçãoSérgio de Arruda Quintiliano Neto, conhecido como Minotauro

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta segunda-feira (4) um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, conhecido como Minotauro. Ele foi detido em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, na Operação Teseu.

As investigações para encontrar e prender Minotauro duraram cerca de 6 meses. De acordo com a PF, ele é apontado como uma liderança regional do PCC que se dedica ao tráfico de drogas originárias da Bolívia e que chegam ao Brasil pela fronteira sul do Estado do Mato Grosso do Sul com o Paraguai.

Minotauro também é suspeito de ter sido um dos responsáveis pelo assassinato de um policial civil do Mato Grosso do Sul, em março de 2018, e de ter participação na morte de uma advogada em Pedro Juan Caballero, no Paraguai em novembro do ano passado. Além disso, ele possuía dois mandados de prisão: um por uso de documento falso e outro por tráfico de drogas.

Além da prisão, a PF apreendeu dinheiro em espécie, telefones celulares e um veículo de luxo.

Significado

Teseu, nome da operação deflagrada nesta segunda-feira, é uma referência ao nome da personagem da mitologia grega que derrotou o minotauro, criatura mítica que habitava o labirinto de Creta.