‘Pingo de luz na UTI’, diz médica sobre parto de emergência em paciente com Covid-19 em SP

O parto aconteceu neste domingo (12). A mãe, que estava de 31 semanas, segue em estado grave e respirando com ajuda de aparelhos. O bebê testou negativo para coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2020 15h57 - Atualizado em 15/04/2020 08h27
Mario Fernandes de Oliveira - Estadão ConteúdoHC realiza parto de emergência em paciente com Covid-19 no leito da UTI

O Hospital das Clínicas, em São Paulo, realizou no último domingo (12) um parto de emergência em uma paciente grávida de 31 semanas que apresentava um quadro grave de Covid-19. De acordo com os profissionais que atuaram no parto, o momento foi “um pingo de luz no meio da UTI”.

Devido ao quadro grave da paciente, os médicos do HC optaram por realizar o parto no leito da UTI – a transferência para o centro de obstetrícia poderia complicar ainda mais a situação.

“Foi um pingo de luz no meio da UTI. Naquele lugar cheio de sombras e velhinhos entubados foi um pingo de luz. Ele nasceu de cesária, portanto anestesiado, e assim que aconteceu o nascimento uma senhora que não estava entubada começou a rezar compulsivamente”, relatou a pediatra do HC, que atuou no parto, em entrevista coletiva da Secretaria de Saúde na tarde desta terça-feira (14).

De acordo com a equipe, a mãe segue em estado grave na UTI e respirando com a ajuda de aparelhos. O bebê testou negativo para coronavírus e está bem na UTI Neonatal do hospital.