Planalto confirma Jungmann na Segurança e general na Defesa

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2018 11h26
Marcelo Camargo/Agência BrasilRaul Jungmann deixa o ministério da Defesa, que será assumido por um general do Exército, primeiro militar a ocupar a pasta desde que foi criada em 1998

O Palácio do Planalto confirmou nesta segunda-feira (26) que Raul Jungmann assume o super-ministério da Segurança Pública, criado por Michel Temer para coordenar a intervenção federal no Rio de Janeiro.

Segundo o pronunciamento oficial, a pasta terá ações em “todo o território nacional em parceria com os entes federativos”. O ministério da Segurança será responsável pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Penitenciário Nacional e Secretaria de Segurança Pública, hoje vinculadas ao Ministério da Justiça.

O ministério da Defesa, antes ocupado por Jungmann, ficará com o general de Exército Joaquim Silva e Luna, atual secretário-geral da pasta. Ele foi chefe do Estado Maior do Exército e é general do Exército da reserva.

Esta é a primeira vez que um militar assume o ministério da Defesa, criado por Fernando Henrique Cardoso em 1998.

O ministério “extraordinário” da Segurança tem caráter temporário e será oficialmente estabelecido a partir de medida provisória a ser publicada ainda nesta segunda. Ou seja, a medida já entra em vigor imediatamente, mas deverá ser aprovada pelo Congresso em até 60 dias.

O nome do ministro Jungmann sempre foi o preferido do governo para a nova pasta.

Veja o pronunciamento completo do porta-voz da Presidência, Alexandre Parola:

“O presidente da República edita hoje medida provisória criando o Ministério Extraordinário da Segurança Pública.

O presidente Michel Temer nomeará como ministro extraordinário da Segurança Pública o atual ministro da Defesa Raul Jungmann.

Por sua vez o ministério da Defesa será conduzido interinamente pelo general de Exército Joaquim Silva e Luna.

A pasta de Segurança Pública coordenará e promoverá a integração de serviços de segurança pública em todo o território nacional em parceria com os entes federativos”

Briefing porta-voz

#AoVivo Acompanhe o briefing do porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola:

Publicado por Planalto em Segunda, 26 de fevereiro de 2018