SP: PM deixa homem desacordado após mata-leão em abordagem

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2020 11h24 - Atualizado em 22/06/2020 11h25
Leonardo Benassatto/Futura Press/Folhapress Futura Press/Folhapress Em nota, a assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança Pública esclarece que o condutor da moto foi socorrido ao Pronto Socorro e posteriormente encaminhado ao distrito policial do município

Em uma abordagem violenta, um policial militar deixou um homem desacordado em Carapicuíba, na Grande São paulo. A ação ocorreu por volta das 16h da tarde do domingo (21) na Vila Silvânia. Dois rapazes que estavam em uma motocicleta foram abordados por policiais militares do Trigésimo Terceiro Batalhão. De acordo com nota da Secretaria da Segurança Pública, a dupla teria desobedecido a ordem de parada e colidido a moto contra uma viatura.

O rapaz agredido dirigia a motocicleta. A ação foi gravada em vídeo por testemunhas. Em um primeiro momento, um policial militar aplica um mata-leão em um dos rapazes, que trajava camisa listrada e bermuda branca. O jovem parece estar desacordado quando vai ao chão. Ao mesmo tempo, o acompanhante dele é xingado pelos policiais militares.

Em um segundo momento, o mesmo policiar, agora de capacete, aparece ajoelhado sobre o peito do rapaz, que começa a se debater. A cena se assemelha às circunstâncias da morte de George Floyd, afro-americano morto durante uma abordagem policial nos Estados Unidos. Por conta do crime, uma onda de protestos contra racismo e a violência policial tomou conta de várias cidades americanas e repercutiu em outros países.

O caso deste domingo foi registrado na Primeiro Distrito Policial de Carapicuíba. Em nota, a assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança Pública esclarece que o condutor da moto foi socorrido ao Pronto Socorro e posteriormente encaminhado ao distrito policial do município. O órgão também informou que os policiais envolvidos na ocorrência já estavam sendo ouvidos, e as imagens citadas, analisadas, após o que serão adotadas as providências que achar cabíveis.

*Com informações do repórter Paulo Édson Fiore