PM suspeito de chacina no Pará se entrega; 6 estão presos

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2019 16h48
PixabayDuas pessoas continuam foragidas: o cabo Leonardo Fernandes de Lima e o homem de apelido "Diel"

O sexto suspeito de envolvimento em chacina em Belém, capital do Pará, se entregou à Polícia neste sábado (25). O cabo da reserva da Polícia Militar José Maria da Silva Noronha foi à Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil. Havia um mandado de prisão preventiva expedido contra ele.

Já estão detidos o cabo Wellington Almeida Oliveira, o cabo Pedro Josimar Nogueira da Silva, Edivaldo dos Santos Santana, Aguinaldo Torres Pinto e Jaysson Costa Serra . Duas pessoas continuam foragidas: o cabo Leonardo Fernandes de Lima e o homem de apelido “Diel”.

O crime aconteceu em um bar na periferia de Belém, no bairro do Guaimá, e deixou 11 pessoas mortas no dia 19 de maio. De acordo com testemunhas, sete homens armados entraram no local e dispararam na cabeça das vítimas.

Entre os mortos estão cinco homens e seis mulheres, sendo que uma delas era a dona do bar. Um dos homens assassinados era um DJ que havia sido contratado para tocar no local.

O grupo fugiu logo após o ataque usando motos e carros.

A polícia afirma que o estabelecimento era usado para o tráfico de drogas, mas também trabalha com outras hipóteses.

No começo do mês, três policiais militares foram assassinados na região metropolitana de Belém. A corporação vai investigar se a chacina deste domingo tem relação com o caso.