Polícia Civil desmonta criadouro com mais de mil galos usados em rinhas em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 14/01/2020 16h00 - Atualizado em 15/01/2020 08h14
Polícia CivilPolícia Civil desmonta criadouro de galos usados em rinhas de briga nesta terça-feira (14), em São Paulo

A Polícia Civil descobriu nesta terça-feira (14) um local usado como criadouro para rinhas de galo na região do Grajaú, na Zona Sul de São Paulo. Os investigadores encontraram mais de mil animais presos em gaiolas – alguns apresentavam ferimentos.

Em vídeos obtidos pela Jovem Pan é possível ver os animais engaiolados e presos em estruturadas semelhantes às baias de granjas em um grande galpão. De acordo com Polícia Civil, os galos permanecerão no local devido à impossibilidade de acomodação da grande quantidade de aves.

As rinhas de galo, assim como de qualquer outro animal, são proibidas por decreto desde 1961. O decreto do então presidente Jânio Quadros também determina o “fechamento imediato” de locais que promovam eventos dessa natureza e considera maus tratos a prática de lutas entre animais.

*Informações da repórter Letícia Santini