Polícia Federal deflagra operação contra fraude em licitações

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2020 09h31
Polícia FederalPF, MPF e CGU trabalham juntos na operação Epagoge

A Polícia Federal (PF), o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria Geral da União (CGU) deflagram nesta quinta-feira, 30, a operação Epagoge, que mira a desarticulação de uma organização criminosa suspeita de fraudar licitações.

Segundo a PF, as investigações começaram em 2015, e apontam que um grupo de empresas estaria atuando mediante ajuste, prejudicando a concorrência das licitações, principalmente para compra de eletrônicos.

O inquérito identificou que algumas das empresas funcionavam no mesmo endereço e pertenciam aos mesmos donos. De acordo com a PF, empresas fictícias se candidatavam simultaneamente para os mesmos processos, “a fim de viabilizar que uma delas se sagrasse vencedora, com possibilidade de manipular os preços”.

Cerca de 75 agentes e seis auditores da CGU cumprem os 22 mandados de busca em apreensão no Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Em grego, Epagoge significa indução, induzir o pensamento de alguém.