Polícia prende quatro por morte de jovem durante festa universitária em Brasília

  • Por Rafael Iglesias
  • 03/11/2018 12h49 - Atualizado em 14/11/2018 11h01
ReproduçãoSuspeito teria cometido o crime com ajuda de três amigos, após discussão

A Polícia Civil prendeu quatro suspeitos de matar a tiros Renan Rafael da Silva, de 19, durante festa realizada na noite de sexta-feira (2) na Universidade de Brasília (UnB). Todos confessaram o crime e foram indiciados por homicídio doloso.

Os detidos são Guilherme Fagundes dos Santos, de 19 anos, Daniel Cordeiro de Melo, de 19, Willian Victor Coelho Araújo, de 22, e Giovani Paiva, de 20. Eles já tinham passagem pela polícia por tráfico e uso de drogas, receptação e porte de arma de fogo.

Além de testemunhas, imagens de câmeras de segurança da UNB foram essenciais para solucionar o caso. No vídeo, é possível ver que a vítima caminhava quando os criminosos desceram de um carro e atiraram seis vezes. Depois, Renan ainda é chutado.

De acordo com a polícia, Giovani deixou o celular cair no local, o que facilitou sua localização. O motivo do assassinato seria uma desavença antiga com Daniel. Após uma discussão, o rapaz teria buscado a arma em casa, na Asa Sul.

O crime aconteceu por volta das 3 horas, no estacionamento da Faculdade de Direito da UNB. Os tiros atingiram o rosto da vítima, que não estudava no campus. O jovem morreu no local, segundo o Corpo de Bombeiros.